segunda-feira, abril 24, 2006

Um Dia Produtivo - Bruno Braga

Mal chegara em casa já se sentia cansado. Só a idéia dos trabalhos que tinha que fazer e dos textos que tinha que ler já o deixava exausto. Precisava arranjar algo para ocupar seu tempo, porque, assim, adiava suas obrigações já a muito atrasadas e não ficava com peso na consciência por ter passado a tarde dormindo ou assistindo televisão.
Decidiu arrumar seu quarto. A mãe nem acreditou quando passou e viu o menino juntando os infinitos papeis e caixas sem utilidade. Já havia sido motivo de inúmeras brigas entre os dois, aquele quarto. A arrumação teria tomado sua tarde inteira, se não fosse tão trabalhosa. Por mais que tentasse trazer alguma ordem para o cômodo, parecia uma tarefa impossível. Desistiu e começou a pensar em algo mais a fazer enquanto preparava um lanche, tão merecido depois de uma tarde tão cansativa.
Lembrou da melhor amiga que agora morava fora e sempre cobrava as novidades. Escreveu uma longa carta, cheia de detalhes, três páginas completas e muito bem escritas. Pensou em cada palavra. E ainda passou a limpo, afinal era sua melhor amiga e merecia uma carta bem feita. Viu que o sol começava a se por. Estava quase conseguindo, bastavam mais algumas tarefas rápidas e terminaria aquele dia tão produtivo. Há muito não desenhava, não tinha mais tanto tempo livre. Mas sempre pensou em retomar, pois era algo que o dava prazer, e achava um crime abandonar algo tão prazeroso. Desenhou de tudo. Fez caricaturas, paisagens, e até pintou, o que sempre achou um pouco chato, mas que, hoje, foi maravilhoso. Como era bom pintar.
Anoiteceu e cansou dos desenhos. Não conseguia pensar em mais nada para fazer. Não acreditava que teria que fazer suas obrigações acadêmicas depois de um dia de tanta luta. Já se abaixava para pegar sua mochila quando sua mãe o chamou para jantar. Sorriu, afinal isso lhe dava mais tempo para pensar no que fazer agora. Jantou bem devagar, logo ele, que costumava devorar a comida. A mãe estranhou, estava agindo tão bem naquele dia.
Estava orgulhosa. Perguntou se ele não queria alugar um filme para assistirem juntos, há tanto tempo não faziam isso. E como passar tempo com a família é uma das coisas mais importantes da vida, ele alugou dois filmes. Um romance, ele, que sempre odiou romance, e uma aventura que já tinha visto. A mãe adorou os filmes. Assistiram, comeram pipoca, riram, e terminaram os filmes já tarde da noite, abraçados e bocejando. Ao sair, sua mãe agradeceu pelos filmes, e por ser um filho tão bom. Ele, então, foi dormir feliz, orgulhoso e exausto, depois de um dia tão produtivo.

10 comentários:

Tyr Quentalë disse...

Faltou apenas ele cumprir as obrigações como as ativades acadêmicas. mas creio que ele arranjará um tempo para isso no dia seguinte... e no outro.. e no outro... Afianl.. Muitas vezes quando arrumamos os nossos quartos, acabamos por perceber tantas coisas que fizeram parte de nossas vidas e quantas coisas deixarão de fazer parte, pois a arrumação é sempre sinal de renovação.. de um novo ciclo. Quando escrevemos uma carta para nossos melhores amigos, depois de tanto tempo sem entrar em contato... Mostra o tanto que sentimos falta destas pessoas e quão importante elas são para nós.. mesmo quando estamos ausentes por conta de nossos problemas. Quando nos dedicamos a algo que tínhamos prazer em fazer e que deixamos de lado, mostramos que ainda sentimos prazer e que não devíamos ter deixado de lado. Quando dedicamos um tempo com a nossa família, percebemos, o quanto ela nos faz falta, memso estando sempre ali ao lado. São pequenos momentos que nos traz um pouco de felicidade em tão conturbado dia a dia que temos em nossas vidas e que parecem tão distantes, quando estão ali tão próximas. Já me disseram uma vez.. Dedique sempre uma hora que seja a si mesmo e notarás o quão belo pode ser este momento e da mesma forma será o sorriso que surgirá em teus lábios. Como seria interessante poder dedicar tanto tempo a nós mesmos.. mas sempre.. sempre... devemos reservar um tempo também para nossas obrigações. Tenha uma ótima semana!

kehdi disse...

público do parerga pede:
cadê o texto "o fotógrafo e os cavalos" ??
hehe

Paradoxo disse...

Isso aconteceu de verdade e foi muito bom. Muito produtivo, até pra quem lê.

Anônimo disse...

Greets to the webmaster of this wonderful site! Keep up the good work. Thanks.
»

Anônimo disse...

I'm impressed with your site, very nice graphics!
»

Anônimo disse...

I love your website. It has a lot of great pictures and is very informative.
»

Anônimo disse...

I'm impressed with your site, very nice graphics!
»

Anônimo disse...

Nice! Where you get this guestbook? I want the same script.. Awesome content. thankyou.
»

Anônimo disse...

Super color scheme, I like it! Good job. Go on.
»

Anônimo disse...

Greets to the webmaster of this wonderful site. Keep working. Thank you.
»