segunda-feira, dezembro 13, 2004

"De onde vem à calma"

Los Hermanos

"De onde vem à calma daquele cara?
Ele não sabe ser melhor, viu?
Como não entende de ser valente
ele não sabe ser mais viril
Ele não sabe não, viu?
Às vezes dá como um frio
É o mundo que anda hostil
O mundo todo é hostil
De onde vem o jeito tão sem defeito
que esse rapaz consegue fingir?
Olha esse sorriso tão indeciso
Está se exibindo pra solidão
Não vão embora daqui
Eu sou o que vocês são
Não solta da minha mão
Não solta da minha mão
Eu não vou mudar não
Eu vou ficar são
Mesmo se for só,
não vou ceder
Deus vai dar aval sim,
o mal vai ter fim
e no final assim calado
eu sei que vou ser coroado rei de mim"
Em troca de um sorriso que, talvez, faça parte da metade verdadeira.



2 comentários:

Fernanda disse...

Thiago, teu blog está ótimo... em pouco tempo, terá muitos frequentadores...e consequentemente, mais comentários!
Bj.

Thiago Braga disse...

Fernanda, minha fiel comentarista. Obrigado por postar de novo e pelos elogios, mas o meu blog não chega aos pés do seu. Valeu demais