quarta-feira, janeiro 05, 2005

Dias de cada vez mais... felicidade?

Há dias em que no momento que você acorda, você se arrepende de ter sido jogado nesse mundo-cão. Parece que o universo é seu inimigo e Deus passa a lhe dar dedada por todos os orifícios (já que é para isso que ele "existe"). E esses são os dias mais longos a se passar. Sofridos e penosos. Agora, há épocas que parece que, cansado de dedadas e conspirações, acordar é uma felicidade do que está por vir. Tudo vai bem na sua vida, exatamente tudo. Trabalho, faculdade, saúde, relacionamentos... Parece que tudo vai bem... Parece... Apenas parece... Sempre há a consciência do Dasein, o estar jogado no mundo, e quando você lembra disso, vê que o acaso lhe prega peças. O que realmente é essa tão questionada FELICIDADE? Ausência de perturbações ou de consciência de mundo? E que caminho percorrer quando possíveis caminhos lhe são oferecidos? Mundo-cão...

4 comentários:

Fernanda disse...

Mundo cão, mundo cão, mundo cão...
Só isso... por aí, vc tira em que fase!

Paradoxo disse...

Como se arrepender de algo sobre o qual vc não tem controle? Como se arrepender de começar a existir, se vc não teve opção? Vc nasceu e ponto. Aliás, e reticências. Agora, estando aqui, você pode sim decidir entre continuar ou interromper. E, se o mundo é tão cão, porque vc segue em frente?

Thiago Braga disse...

Seguimos em frente por medo, e covardia. Não queremos deixar os que aqui ficaram, e sei lá, acho que temos que pelo menos curtir o "de bom" do mundo. Agora, vai negar que ele é cão?

Paradoxo disse...

Seguimos? No "nós"? Eu tenho muito mais medo da vida do que da morte. E ainda não sei porque estou aqui grande. Mas sei porque estou aqui pequeno.